terça-feira, 4 de novembro de 2008

Sinos e ventos da altura

O tom dos sinos
Escorrendo nas ladeiras.
Os ventos do Curvelo
E o cheiro morno do Silvestre.
Ponte dos Arcos,
Quantas brumas
Meus sapatos te tocaram,
Sós.
Santa Teresa.
As estrelas se mudaram para o chão.
(Zila Mamede, 1958 - foto, Sandra Porteous)

Um comentário:

Geraldo disse...

Querida Sandra,
seu blog é bonito, moderno,agradáel.
Vou ficar freguês.
GeraldoBatista.