sábado, 25 de fevereiro de 2012

Registro


Na tarde que arde
se a mulher disser: Aldebarã
vinte e sete mágicos
poetas e saltimbancos
correrão à procura de estrelas
que enfeitarção seu colo
dourado pela tarde.
(Poema de Nei Leandro de Castro in Diário Íntimo da Palavra, foto de Sandra Porteous)

Nenhum comentário: