domingo, 5 de julho de 2009

Bolero

O amor se refletia
nos olhos claros da amante
em chamas de desespero
em clarões de diamante
na noite escura, absurda
infinita e agonizante.
(trecho do Bolero in Diário Íntimo da Palavra, Nei Leandro de Castro, foto Sandra Porteous)

Um comentário:

Moacy Cirne disse...

Oi, Sandra,

depois de uma longa ausência,
duas postagens em dois dias...
Que bom!

Um beijo.